Buscador de agasallos

Busca por prezo, idade e tipo de proposta

Pechar

0 €
+200 €


0 anos
+18 anos


Produto

Inicio » Catálogo » Sobre a eutanásia. Quando decidir que uma morte é...
Difundir o artigo en Cabozo

Sobre a eutanásia. Quando decidir que uma morte é vital


Sobre a eutanásia
Etiquetas
Autor
Brais Arribas
Categoría/s:
Ano
2018
Referencia
978-84-16545-18-6
ISBN
978-84-16545-18-6
Idade
+18 anos
PVP rec.
8,00 €
Valoración
0 puntos

Sobre a eutanásia. Quando decidir que uma morte é vital

Se pensarmos na eutanásia, com certeza o primeiro que nos virá à cabeça será o debate relativamente à sua despenalização. Porém, a controvérsia à volta do tema deve inscrever-se, ou no mínimo contextualizar-se, noutra questão maior que remete para o significado original do termo, o bom morrer. Eutanásia no mundo antigo era sinónimo duma morte boa ou apetecível; de facto, tal é o seu significado etimológico. Dalguma maneira, esta conceção da eutanásia como boa morte, apelando ao significado original do termo, deve fazer com que reflitamos sobre o facto de que existem formas de morrer mais propícias ou mais apetecíveis do que outras.

Brais Arribas (1980) é Doutor em Filosofia e Professor de Ensino Médio. Pertence ao coletivo Proxecto Derriba e é investigador da Cátedra de Hermenêutica Crítica (Hercritia).  Entre as suas principais publicações destacam Outro xeito de Ser (Estaleiro, 2010), Postmodernidad, com Teresa Oñate (Batiscafo, 2015) e Reduciendo la violencia: la hermenéutica nihilista de Gianni Vattimo (Dykinson, 2016). Publicou ainda diversos artigos quer em obras coletivas quer em revistas especializadas.

Prólogo de Gilberto Coutinho: Formação em Medicina e em Filosofia, autor do livro A eutanásia descodificada (2016) e Membro da Comissão Coordenadora do Movimento Cívico pela Despenalização da Morte Assistida, em Portugal.



Onde conseguir esta proposta

Livrarias da Galiza e Portugal

Loja Através|Editora